loading

Parceiros

Acta Tech Law Dell HP Idrive Kaspersky Team Viewer Trino Polo Zoho Algar Telecom Bitdefender Sophos Microsoft Veeam Ubiquiti FullCom Comunicação Visual SIM Impressoras

Clientes

Ahead Sistemas Assecont Biker Acessórios Bossardi CJF Custos Cromofix DFG Viagens Ecocerta Framatig FullCom J.Marcon Jetta Componentes Meia e Moda MellisLab Okta Parts Sim Impressoras Talkers Idioma Tecnovidro
Zaro Climatização

Últimas do Blog

02/12/2020

Segurança

Fim do suporte do Internet Explorer - O Fim de uma Era

A Microsoft anunciou o encerramento do suporte ao Internet Explorer 11 em 17 de Agosto de 2021, esse é o fim de uma era de mais de 25 anos, a primeira versão veio junto com o Windows 1995.Porém a Microsoft já alertou que a partir de Novembro de 2020 o Internet Explorer deixará de ser compatível com diversos serviços da empresa, assim como o Microsoft Office 365 Apps.O Internet explorer foi perdendo mercado para os seus concorrentes Google Chrome, Firefox e o Safari, devido a isso a Microsoft desenvolveu o novo navegador "Edge", baseando-se o mecanismo no Chromium, que é um código aberto desenvolvido pelo Google.A empresa garante que a mudança possibilitará experiências online melhores, inovadoras e velozes.Lembrando que após o suporte, o navegado Internet Explorer 11 não receberá mais atualizações de segurança, então usar é um risco para a segurança dos dados da sua empresa.A sua empresa está pronta para essa mudança?Conte conosco para manter o seu ambiente de TI seguro e estável.
13/08/2020

Segurança

Microsoft Corrige 120 Falhas de Segurança

Na última atualização (KB4565349) liberada na terça-feira dia 11, corrigiu 120 falhas contidas no Windows, pacote Office e navegadores Microsoft Edge e Internet Explorer.Dessas 120 falhas, 17 eram consideradas graves no Ranking da Microsoft, conhecido como "Common Vulnerability Scoring System (CVSS)".Uma das falhas permitia que o invasor ultrapassasse recursos de segurança e carregasse arquivos com assinaturas indevidas e uma outra falha permitia executar códigos maliciosos dentro da máquina do usuário, através do navegador Internet Explorer e Microsoft Edge.Em todas as falhas, o invasor poderia conseguir permissão de administrador e assim podendo instalar softwares mal intencionados, apagar e modificar documentos ou até mesmo criar usuários com poderes de administrador.A sua empresa está atualizada e segura?Conte conosco para manter o seu ambiente de TI seguro e estável.
30/05/2020

Segurança

Após ter posts marcados como duvidosos pelo Twitter, Trump diz que vai 'regular ou fechar' mídias sociais

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta quarta-feira (27) que as plataformas de mídia social "silenciam totalmente as vozes conservadoras" e que irá regulá-las ou fechá-las. A declaração acontece um dia depois que o Twitter indicou que seus usuários “chequem os fatos” em dois posts publicados pelo mandatário americano."Os republicanos sentem que as plataformas de mídia social silenciam totalmente as vozes conservadoras. Vamos regular fortemente, ou fechá-las, antes que possamos permitir que isso aconteça. Vimos o que eles tentaram fazer e falharam em 2016. Não podemos deixar uma versão mais sofisticada disso", escreveu no Twitter.
06/05/2020

Novidades

Após sofrer ataque de hackers, GoDaddy anula senhas vazadas e notifica clientes

A GoDaddy, a maior prestadora de serviços de internet, hospedagem web e registros de domínio do mundo, está notificando clientes que foram afetados por um vazamento de dados.Esses clientes serão obrigados a definir uma nova senha para suas contas, já que a credencial antiga não é mais segura.Como provedor de hospedagem, a GoDaddy é responsável pela infraestrutura que mantém sites de indivíduos ou empresas no ar, com servidores ligados 24 horas por dia. Cerca de 77 milhões de domínios (endereços) de internet estão hospedados nos serviços da GoDaddy.A notificação faz parte do conjunto de medidas tomadas pela empresa após a descoberta de que hackers teriam acessado contas de 28 mil usuários. Os primeiros acessos aconteceram em 19 de outubro de 2019, mas a invasão só foi identificada no dia 23 de abril, quando técnicos da GoDaddy encontraram um arquivo suspeito em um servidor.O número de vítimas representa apenas uma fração dos 19 milhões de clientes da empresa e atinge apenas as senhas relativas às contas de hospedagem web.Embora nenhuma informação pessoal tenha sido obtida pelos hackers, credenciais de serviços de hospedagem web são consideradas valiosas.Com elas, é possível as adulterar os sites das pessoas ou empresas que ficaram expostas. Essas alterações têm potencial para atingir indiretamente os usuários desses serviços abrigados na infraestrutura da GoDaddy.De acordo com a GoDaddy, não foram encontrados indícios do uso dessas senhas para realizar alterações nos sites. Mesmo assim, a empresa recomenda que os clientes afetados realizem uma auditoria para confirmar que nada foi modificado.Avisos sobre vazamentosPela lei norte-americana, empresas que sofrem ataques e vazamentos de dados são obrigadas a notificar seus clientes. Em alguns casos, tribunais podem exigir que as vítimas sejam indenizadas.No Brasil, a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) deve impor regras semelhantes. Programada para entrar em vigor a partir de agosto de 2020, ela foi adiada para maio de 2021 por uma Medida Provisória.
WhatsApp

Ao entrar em contato, você está ciente de que eventuais dados informados por você serão utilizados exclusivamente para seu legítimo interesse.

Abrir Whatsapp